quinta-feira, 12 de abril de 2012

As quatro estações

Estamos com alguma dificuldade em abandonar as comemorações da primeira década da kalandraka Portugal. A razão: o lançamento de uma nova colecção, dedicada a grandes compositores de música clássica.
O primeiro livro da colecção é um brinde à excelência e à beleza da criação musical e literária. É um deleite para os nossos olhos e ouvidos. E quando um livro consegue isto, é obra. Falamos de As Quatro Estações de Antonio Vivaldi, com texto de José Antonio Abad Varela, ilustrações de Emilio Urberuaga e interpretação de Sarah Chang, brilhante violinista, aclamada pela crítica como uma das melhores do mundo.


O palco da narrativa é um bosque, onde o texto se faz acompanhar de um maravilhoso constraste de cores fortes, que nos remetem imediatamente para a infância e para um ambiente campestre. A calma do bosque é pontuada pelas mudanças sazonais e pela presença do Homem. As estações fazem-se notar por uma página separadora que as indica, seguida de uma ilustração repleta de elementos relacionados com cada uma delas.



Seleccionamos algumas ilustrações para vos aguçar o apetite.




 Numa clara homenagem à vida, à natureza e a Vivaldi, As Quatro Estações é um livro a ler, lentamente, enquanto o CD varre as suas faixas. Os Hipopómatos já o fizeram e soube tão bem!


E para quem já anda a pensar no calor, oiçam lá um bocadinho do Verão, interpretado por Sarah Chang.

Sem comentários: